Poluição luminosa

Chegada a hora de montar o telescópio e olhar para o céu, é muito importante escolher bem o local de observação. Se estivermos no centro duma cidade, somos deparados com uma cortina luminosa espalhada pelo céu que é originada pela iluminação pública.

Os grandes centros urbanos, representam por isso a principal fonte de poluição luminosa para a Astronomia.

Esta claridade é de tal forma forte que se torna impossível ver objectos do céu profundo ou objectos difusos.

Neste artigo, deixo algumas fotos da constelação de Orion em diferentes ambientes de poluição luminosa de forma a comparar a quantidade de objectos visíveis em cada uma delas.

ceum23

Magnitude Limitada: 2

Imagem típica de um céu urbano.

A constelação de Orion não está totalmente visível, dificultando a sua identificação no céu.

Entre o crepúsculo e o amanhecer são visíveis apenas cerca de 50 estrelas. O brilho de alguns planetas, pode por vezes tornar-se quase imperceptível.

ceum43

Magnitude Limitada: 4

Imagem de um céu suburbano.

A constelação de Orion é agora visível na sua totalidade e as estrelas vizinhas mais brilhantes. São bem visíveis as estrelas Betelgeuse, Rigel e Aldebaran.

Entre o crepúsculo e o amanhecer são visíveis apenas cerca de 500 estrelas.

ceum62

Magnitude Limitada: 6

Imagem de um céu rural. Já fora de qualquer cidade.

A constelação destaca-se com estrelas bastante brilhantes e o céu nocturno aparece com um fundo bastante escuro.

São já bem visíveis os braços da nossa galáxia, a Via Láctea, como se fosse um aglomerado de poeiras luminosas.

Os Meteoros estão visíveis durante toda a noite e já é bastante perceptível, com os binóculos ou telescópio, a Nebulosa de Orion e a Galáxia de Andrómeda.

A quantidade de estrelas visíveis durante toda a noite é, neste caso, cerca de as 5000 estrelas.

ceum74

Magnitude Limitada: 7

Este é realmente um céu ideal para fazer observação, bastante mais escuro, longe das grandes e pequenas fontes de luz. O céu excelente para a realização da observação, quer ao telescópio, quer com os binóculos ou a olho nú.

Do entardecer até ao amanhecer, podem-se contar cerca de 15000 estrelas.

Na Via Láctea, são agora visíveis as sombras que separam os vários braços da galáxia entre os grandes grupos de concentração de estrelas.

~ por aia2009 em 6 de Janeiro de 2009.

Uma resposta to “Poluição luminosa”

  1. Achei muito interessante este documentário.Vou colocar à disposição dos meus alunos da zona rural. Obrigada. Nazied.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: