Os anéis do Hubble.

O Telescópio Espacial Hubble capturou uma nova imagem de NGC 7049, uma galáxia lenticular (S0).

dust-lanesA NGC 7049 tem um diâmetro de cerca de 150 anos-luz e encontra-se a 100 milhões de anos-luz de distância da Terra

NGC 7049 é encontrada na constelação de Indus, e é a mais brilhante de um aglomerado de galáxias, uma das Galáxias mais brilhantes deste Cluster. Elas representam algumas das mais antigas e maciças galáxias, e que permitem aos astrónomos estudar o interior oculto dos aglomerados globulares.

Os aglomerados globulares são zonas muito densas e compactas com algumas centenas de milhares de estrelas jovens ligadas entre si pela gravidade. Os aglomerados globulares em NGC 7049 são vistos como pequenos pontos de luz difusos e ténues na auréola da galáxia. A faixa de poeira que gira ao redor do centro da galáxia, aparece um anel.

indusA imagem foi obtida pela Câmara de Pesquisas Avançadas do Hubble, que é optimizada para caçar galáxias e aglomerados de galáxias antigas no Universo, numa altura em que o nosso cosmos era muito jovem.

A constelação de Indus, ou o índio, é uma das constelações menos visível no céu do hemisfério sul. Foi baptizada com este nome, no século XVI, pelo astrónomo holandês Petrus Plancius a partir das observações feitas pelo navegador holandês Pieter Keyser Dirkszoon e explorador holandês Frederick de Houtman.

~ por aia2009 em 10 de Abril de 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: