Portugal prolonga comemorações do AIA2009 até Março

Portugal vai prolongar as comemorações do Ano Internacional da Astronomia (AIA 2009) até Março, numa participação que contou com cerca de 1700 actividades e a colaboração de 370 instituições.

Segundo o comissário nacional do AIA, o professor da Universidade de Coimbra João Fernandes, “as comemorações do encerramento oficial estão agendadas para meados de Março, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. “A data está ainda por definir, pois gostaríamos de publicar a tradução para português do ‘Mensageiro Celeste’, de Galileu Galilei, editada em 12 de Março de 1610, pelo que estamos a ultimar o programa”, adiantou.

João Fernandes afirma que a comissão pretende manter o projecto “Noite das estrelas”, evento global do AIA 2009, que consistiu em apagar as luzes de vilas e cidades para permitir uma melhor visualização do céu, bem como “toda uma dinâmica de secções de observação astronómica e de palestras”.

Prevê-se ainda, e até Março, a apresentação de uma nova plataforma – portal de contactos – sobre a astronomia nacional, projecto que João Fernandes considera ser “um dos maiores legados” que o AIA deixa em Portugal.

Entretanto, já nos primeiros minutos de 2010, as comemorações prosseguem com o tradicional fogo de artifício no Funchal que terá este ano a Astronomia como tema.

Continua a decorrer o concurso nacional Astronomia Artística, que desafia todos os alunos do Ensino Básico e Secundário a criarem obras de arte a partir de temas ligados ao Universo, com os trabalhos a terem de ser entregues até ao dia 31 de Janeiro de 2010.

Até ao dia 22 de Janeiro estará em exibição na Torre do Tombo, em Lisboa, uma exposição de manuscritos astronómicos que testemunham como Portugal, no tempo de Galileu, se mantinha na linha da frente na investigação do Universo.

Até finais de Abril será ainda possível visitar a exposição “Medir os Céus para Dominar a Terra – A Astronomia na Escola Politécnica de Lisboa, 1837-1911” no Museu da Ciência da Universidade de Lisboa.

A ONU escolheu 2009, ano em que se comemoraram os 400 anos das descobertas astronómicas de Galileu, como Ano Internacional da Astronomia. Em Portugal, o AIA foi coordenado pela Sociedade Portuguesa de Astronomia com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), da Fundação Calouste Gulbenkian, do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, da Agência Nacional Ciência Viva e da European Astronomical Society (EAS).

in Público

~ por aia2009 em 28 de Dezembro de 2009.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: