Juno a caminho do Gigante Vermelho

A Juno partiu ontem (sexta-feira) pelas 17h45 após adiada por várias vezes durante o dia.
Esta sonda vai estudar o planeta Júpiter, a sua atmosfera e magnetosfera.
O lançamento estava previsto para as 16h34 mas foi adiado várias vezes devido a um problema técnico no equipamento de apoio ao foguetão. A viagem de Juno vai ser feita com ajuda dos painéis solares que dão um aspecto de ventoinha à sonda e que vão aproveitar a energia do Sol. A missão custou 1,1 mil milhões de dólares (777 milhões de euros), se tudo correr bem prevê-se que a chegada a Júpiter seja em Julho de 2016.

Quando chegar ao planeta, a nave vai dar 33 voltas que serão elípticas, passam junto dos dois pólos, ficam afastadas da região central para evitar a forte magnetosfera de Júpiter e vão cobrir toda a superfície do planeta.

Um dos objectivos de Juno é medir a quantidade de água que existe no astro através de um detector de micro-ondas. Júpiter reteve uma grande parte do material do Sistema Solar que não foi utilizado na formação do Sol. E uma análise da água do planeta – cujas moléculas contêm oxigénio – poderá revelar onde é que estava este gás no início do Sistema Solar e como é que a formação dos oito planetas foi condicionada pelos ingredientes que existiam em cada região.

Os dois magnetómetros da sonda vão medir as partículas que geram a magnetosfera do planeta e vão ao mesmo tempo observar as auroras boreais que se formam nos pólos.

Juno leva consigo uma placa em memória de Galileu Galilei. No compartimento de propulsão foi colocada uma pequena placa com a figura do astrónomo que identificou as quatro maiores luas de Júpiter: Io, Europa, Ganímedes e Calisto. O cientista descobriu os satélites em 1610. A placa de 7,1 por 5,1 centímetros construída pela Agência Espacial Italiana tem ainda um excerto do texto escrito por Galileu sobre esta descoberta.

O astrónomo italiano faz ainda parte da “tripulação” de três figuras da Lego que a sonda carrega. Os bonecos de quatro centímetros representam a deusa Juno, o deus Júpiter e Galileu Galilei. A ideia faz parte de um programa educacional projectado entre a NASA e a empresa Lego.

Quando terminar a sua última órbita, a sonda vai entrar na atmosfera de Júpiter e colidir.

 

Notícia in jornal Público: www.publico.pt

~ por aia2009 em 6 de Agosto de 2011.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: